Atenção: Este site requer Flash e JavaScript para seu pleno funcionamento.
Certifique-se que o Flash e JavaScript estão ativados nas opções do seu navegador.
Para baixar a a versão atualizada, clique aqui.

Conservação e Limpeza

Conservação e limpeza - Externa.

Uma conservação periódica adequada contribui para preservar o valor do seu veículo. Poderá ser também condição para assegurar o direito de garantia no caso de danos por corrosão ou de deficiências na pintura da carroceria.

A melhor proteção do veículo contra as influências ambientais nocivas é a lavagem freqüente e a aplicação de cera de conservação. Quanto mais tempo os resíduos de insetos, excrementos de aves, resinas das árvores, poeiras das estradas e industriais, manchas de asfalto, partículas de fuligem e outros sedimentos agressivos permanecerem aderidos à superfície do veículo, mais persistente será o seu efeito destruidor. Em temperaturas elevadas, devido, por exemplo, a uma exposição ao sol, o efeito corrosivo aumenta.

As ceras de conservação podem ser tóxicas. Guarde-as sempre nas embalagens originais fechadas, fora do alcance das crianças - perigo de intoxicação!

Antes de aplicar a cera de conservação, leia sempre as instruções de utilização e as recomendações na embalagem. O uso inadequado dela pode ser nocivo à saúde e provocar ainda danos no veículo. A aplicação deverá ser realizada, se possível, ao ar livre ou em áreas bem ventiladas.

Antes de lavar ou aplicar a cera de conservação no veículo, desligue o motor, puxe o freio de estacionamento e remova a chave do cilindro da ignição.

Nunca tente remover a sujeira, a lama ou o pó, com a superfície do veículo seca. Não utilize também com essa finalidade pano ou esponja secos, para não riscar a chapa nem os vidros do seu veículo. A sujeira, lama e pó deverão ser amolecidos com água abundante, antes de serem removidos.

Lavagem manual do veículo
  • Dissolva a sujeira e remova-a com água.
  • Limpe o veículo com uma esponja macia ou uma luva, de cima para baixo, começando pelo teto, sem exercer muita pressão. 
  • Lave, com freqüência, cuidadosamente a esponja ou a luva.
  • Só utilize xampu ou sabão neutros se houver sujeiras persistentes. 
  • Lave, por último, as rodas, os pára-choques, a região abaixo da soleira da porta etc., utilizando, de preferência, uma segunda esponja. 
  • Enxague o veículo com água em abundância. 
  • Seque-o com um pano macio. 
  • Nas regiões de clima frio, seque a lâmina de borracha das palhetas do limpador do pára-brisa e do vidro traseiro e as áreas de contato delas no pára-brisa e vidro traseiro, para que não congelem e fiquem coladas pela ação do gelo. 
Lavagem com sistemas de alta pressão
  • Respeite rigorosamente as instruções de utilização da instalação de lavagem por alta pressão, com relação ao valor da pressão e à distância de aplicação.
  • Mantenha uma distância suficiente em relação aos materiais moles, material de isolação acústica e aos pára-choques pintados. 
  • Não aponte o jato de limpeza diretamente sobre as fechaduras das portas / cilindros das fechaduras. - Evite a lavagem por alta pressão de vidros cobertos com gelo. 
  • Não utilize mangueiras de pressão com jato concentrado. 
  • Após uma lavagem do veículo, evite manobras de frenagem abruptas e repentinas. 

Seque primeiro os freios (vide manual de instruções).

ATENÇÃO!
  • Somente lave o veículo com a ignição desligada
  • Proteja as mãos e os braços do contato com peças de metal com cantos vivos, quando limpar a parte inferior do veículo ou o lado interno das rodas - perigo de lesão!
  • A presença de umidade ou gelo no sistema de freios pode prejudicar a eficácia dos freios - perigo de acidente! 
  • Após uma lavagem do veículo, evite manobras de frenagem abruptas e repentinas. 
  • Seque primeiro os freios (vide manual de instruções). 
  • Nunca lave os pneus com mangueiras de pressão com jato concentrado. Mesmo que se utilize uma maior distância de aplicação e que o tempo de atuação seja curto, poderão ocorrer danos, visíveis ou não, nos pneus - perigo de acidente! 
  • Nunca tente remover a sujeira, a lama ou o pó, com a superfície do veículo seca. Não utilize também com esta finalidade um pano ou esponja secos, para não riscar a pintura ou os vidros do seu veículo. 
  • Lavagem do veículo em climas frios: se o veículo for lavado com uma mangueira, tenha o cuidado de não dirigir o jato de água diretamente sobre as fechaduras nem sobre as junções das portas e das tampas - perigo de congelamento. 
  • O veículo preferivelmente não deve ser lavado sob um sol intenso. A temperatura da água não pode exceder os 60 °C, caso contrário, poderão ser causados danos no veículo. 
  • Para evitar danos no veículo, mantenha uma distância suficiente em relação aos materiais moles, como tubulações de borracha, peças de plástico e material de isolação. O mesmo se aplica à limpeza de pára-choques pintados. Quanto menor a distância entre o bico da mangueira de alta pressão e a superfície, maior será a solicitação do material.
Lavagem automática do veículo (Lava rápido) 

No caso de haver peças especiais montadas no seu veículo, por exemplo, bagageiros, antena de emissores-receptores, etc., deve-se alertar o responsável pela lavagem automática. A antena de teto original de fábrica deve ser removida antes de se iniciar os processos de lavagem automática. Observe também os avisos nas placas expostas no estabelecimento. 

A pintura do veículo é tão resistente que o veículo pode ser normalmente lavado, sem problemas, em uma instalação de lavagem automática (Lava rápido). A solicitação que a pintura é efetivamente submetida depende muito das características construtivas da instalação de lavagem e do tipo de escovas, da filtragem da água, bem como dos produtos utilizados na lavagem e conservação. Se, após a lavagem, a pintura estiver fosca ou apresentar riscos, deve-se chamar a atenção do responsável pela lavagem. Se for necessário, passe a utilizar uma instalação de lavagem diferente. 

Após a lavagem do veículo, a eficiência dos freios poderá ser afetada devido à presença de umidade ou de gelo, no inverno, nos discos e nas pastilhas dos freios. Convém secar primeiro os freios (vide manual de instruções). 

Aplicação de cera de conservação: 

Sucessivas lavagem podem remover a camada de proteção da pintura. Para renova-la, deve-se basicamente utilizar produtos que não sejam abrasivos e que confiram a pintura proteção contra a ação de agentes externos. A aplicação destes produtos deverá ser feita quando as caracteristicas impermeabilizantes do produto (formação de gota sobre a superfície) reduzir-se drasticamente. É importante salientar que seja utilizado produtos neutros e específicos na lavagem do veículo e a aplicação de produtos para conservação da pintura , deve ser feita manualmente.

Indicamos os produtos abaixo relacionados por apresentarem excelente performance na conservação da pintura. Siga as instruções de aplicação na embalagem.

Nome ComercialFornecedor
Cera Grand Prix Tradicional – Proteção e BrilhoCeras Johnson
Cera Grand Prix ImpermeabilizadoraCeras Johnson
Cera Protetora Plus3 M
Paste Wax – Cera Super Protetora em pasta3 M
Cera Spray3 M

Polimento da pintura

O polimento só é necessário quando a pintura do seu veículo tiver perdido o brilho e este já não for recuperável com a aplicação de cera de conservação. Os Concessionários Volkswagen poderão orientá-lo sobre esta necessidade.

As peças com pintura fosca ou de plástico não podem receber cera de conservação e nem serem polidas.

Conservação de peças de plástico

As peças de plástico não podem entrar em contato com solventes derivados de petróleo.

Limpeza dos vidros e espelhos retrovisores externos
  • Umedeça os vidros com um produto para limpeza de vidros à venda no mercado, à base de álcool.
  • Enxugue os vidros com uma flanela limpa ou um pano que não desfie.
  • Utilize uma pequena escova para remover o gelo/neve dos vidros e dos espelhos.
  • Para remover o gelo, deve-se utilizar, de preferência, uma pequena escova. Se optar por uma espátula de plástico, não a utilize em movimento de vai-vém, desloque-a sempre no mesmo sentido.
  • Nunca remova a neve e o gelo dos vidros e dos espelhos com água quente, pois o vidro poderá trincar!
  • Os resíduos de borracha, óleo, gordura ou silicone podem ser removidos com a mistura do aditivo para o lavador de pára-brisas e água.
  • Os filamentos do desembaçador do vidro traseiro encontram-se do lado de dentro do veículo. Para não danificar os filamentos do desembaçador do vidro traseiro, não aplique autocolantes pelo lado de dentro.
Limpeza das palhetas do limpador do pára-brisa / vidro traseiro
  • Levante o braço do limpador do pára-brisa / vidro traseiro.
  • Limpe com cuidado o pó e as sujeiras das palhetas com um pano macio.
  • Limpe as palhetas com a mistura do aditivo para o lavador de pára-brisas e água. Utilize uma esponja ou um pano.
  • No caso de frio intenso e quando houver geada, antes de acionar o limpador, verifique se as palhetas não estão coladas no vidro! Se o limpador for ligado com as palhetas coladas pelo gelo, tanto as palhetas como o motor do limpador podem ser danificados!
Limpeza das palhetas do limpador do pára-brisa / vidro traseiro
  • Levante o braço do limpador do pára-brisa / vidro traseiro.
  • Limpe com cuidado o pó e as sujeiras das palhetas com um pano macio.
  • Limpe as palhetas com a mistura do aditivo para o lavador de pára-brisas e água. Utilize uma esponja ou um pano.
  • No caso de frio intenso e quando houver geada, antes de acionar o limpador, verifique se as palhetas não estão coladas no vidro! Se o limpador for ligado com as palhetas coladas pelo gelo, tanto as palhetas como o motor do limpador podem ser danificados!
Cilindros das fechaduras

  • Recomendamos a aplicação do spray G 052 778 A2 , pela abertura para inserção da chave no cilindro, principalmente após as lavagens e em épocas frias.
Limpeza das peças cromadas
  • Certifique-se de que a peça seja de metal cromado. Existem alguns componentes de plástico que imitam cromado.
  • Limpe as peças cromadas com um pano úmido.
  • Remova as manchas ou resíduos de sujeiras com um produto de limpeza de cromados.
  • Utilize um pano macio e seco para polir os cromados. Nunca utilize na conservação de cromados produtos com efeito abrasivo.
  • Não limpe nem faça o polimento das peças cromadas em um ambiente com pó e areia.
Rodas de aço, Calota central e Rodas de liga leve
  • Limpe as rodas de aço e calota central periodicamente com uma esponja destinada exclusivamente para isso.
  • O pó das pastilhas de freio pode ser eliminado com água, xampu ou sabão neutros. Eventuais danos na pintura das rodas de aço devem ser rapidamente eliminados, antes de formar ferrugem.
  • Nunca lave os pneus com mangueiras de pressão de jato concentrado. Mesmo que se utilize uma maior distância de aplicação e que o tempo de atuação seja curto, poderão ocorrer danos, visíveis ou não, nos pneus - perigo de acidente!
  • A presença de umidade ou gelo no sistema de freios pode prejudicar a eficácia dos freios - perigo de acidente! Imediatamente após uma lavagem do veículo, evite manobras de frenagem súbitas. Convém secar primeiro os freios.
  • Pise com cuidado no pedal do freio, para testar os freios.

Evite manobras de frenagens súbitas, logo após uma lavagem do veículo.

ATENÇÃO!
  • Caso a camada protetora de verniz da roda de liga leve ter sido danificada, por exemplo, pela projeção de pedras, deve-se proceder a sua imediata repintura.
  • Nunca lave os pneus com mangueiras de pressão de jato concentrado. Mesmo que se utilize uma maior distância de aplicação e que o tempo de atuação seja curto, poderão ocorrer danos, visíveis ou não, nos pneus - perigo de acidente!
  • A presença de umidade ou gelo no sistema de freios pode prejudicar a eficácia dos freios - perigo de acidente! Imediatamente após uma lavagem do veículo, evite manobras de frenagem súbitas.
  • Convém secar primeiro os freios (vide manual de instruções).
  • Pise com cuidado no pedal do freio, para testar os freios.
  • Evite manobras de frenagens súbitas, logo após uma lavagem do veículo.
  • Leia e respeite as informações e recomendações constantes no manual de instruções.
Proteção da parte inferior do veículo
  • A parte inferior do veículo possui uma proteção contra batida de pedras que funciona como antiruído e proteção contra corrosão.
  • Como não há forma de impedir que essa camada protetora seja afetada com o uso (lombadas altas , obstáculos , etc..) , recomendamos que compareça a um Concessionário Volkswagen para que ele verifique a integridade desta proteção. Os Concessionários Volkswagen dispõem dos produtos de retoque apropriados e dos equipamentos necessários de aplicação.
Limpeza do compartimento do motor
  • Recomendamos que a limpeza do compartimento seja feita somente se houver muita necessidade, pois há uma série de chicotes e conexões elétricas que poderão ter os contatos comprometidos (perda de sinais das unidades eletrônicas, sensores, etc), além disso, componentes como alternador, compressores de ar condicionado são sensíveis a jatos de água diretos.
  • Se realmente tiver de fazer a limpeza, recomendamos que a faça em uma Concessionária Volkswagen. Esta dispõe do produto de limpeza indicado e equipamento necessário para esta finalidade.